2016-11-18

HARDWARE

Smartphones: só os fabricantes chineses aumentaram as vendas no Q3

As vendas globais de smartphones cresceram 5,4% no terceiro trimestre de 2016, face ao anterior, impulsionadas pela Huawei, Oppo e BBK Communication Equipment, que juntos arrecadaram uma fatia de 21% das vendas totais

Segundo a Gartner, estes foram os únicos fabricantes a conseguirem aumentar as suas vendas e quota de mercado durante o período analisado.

“A China liderou o crescimento do mercado de smartphones no terceiro trimestre de 2016”, refere Anshul Gupta, research director, Gartner. “As vendas de smartphones na China cresceram 12,4%, e os fabricantes que exploraram melhor as oportunidades de venda foram a Oppo e BBK Communication Equipment. No caso da Oppo, 81% das suas vendas foram provenientes da China, enquanto 89% das vendas da BBK foram na China. Estes dois fabricantes também tiveram um forte crescimento na Índia, Indonésia, Malásia, Tailândia e Rússia”.

As vendas globais de smartphones a utilizadores finais totalizou 373 milhões de unidades no trimestre, um aumento de 5,4% face ao mesmo período de 2015.

A Samsung viu as suas vendas caírem após o incidente com as baterias do Note 7 e, embora até tenha iniciado bem o ano, durante todo o ano de 2016 registou uma queda de 14,2% homóloga, a sua pior performance até hoje.

“A decisão de descontinuar o Galaxy Note 7 foi correta, mas os danos para a marca vão dificultar o crescimento das vendas de smartphones a curto prazo”, acrescenta Anshul Gupta. “Para a Samsung, é crucial que o lançamento do Galaxy S8 seja bem sucedido, de modo a que os seus parceiros e clientes voltem a ganhar confiança na marca”.

Os números também não foram os mais favoráveis para a Apple, que viu as suas vendas decrescerem 6,6% durante o terceiro trimestre. A Apple conquistou 11,5% do mercado global de smartphones, a sua quota mais baixa desde o primeiro trimestre de 2009. As vendas dos iPhones caíram 8,5% nos EUA e 31% n China, os seus mercados mais expressivos.

Enquanto as vendas da da maçã caem, a Huawei aproveita para ganhar terreno. No terceiro trimestre de 2016, pouco menos de três pontos percentuais de quota de mercado separaram a Apple e a Huawei.

A nível de sistema operativo, o Android continua a deter a maioria da quota de mercado, com quase 88%, enquanto o iOS apenas arrecadou 11,5% de quota de mercado.

“A suspensão do Galaxy Note 7 da Samsung poderá ajudar o iPhone 7 Plus da Apple a beneficiar de mais vendas, mas pouco, uma vez que os utilizadores do Note 7 provavelmente não irão abandonar a Samsung, ou pelo menos o Android”, comenta Roberta Cozza, research director na Gartner. “Além disso, outros fabricantes de Android poderão capitalizar esta situação a curto prazo, como por exemplo a Huawei e outras marcas chinesas presentes nos segmento premium do Android. O cancelamento dos Note 7 também apareceu numa boa altura para os mercados maduros da Google, onde os seus Pixel e Pixel XL já começaram a ser vendidos”.

Recomendado pelos leitores

Nova gama de equipamentos Zarph quer ajudar empresas a agilizar gestão de pagamentos
HARDWARE

Nova gama de equipamentos Zarph quer ajudar empresas a agilizar gestão de pagamentos

LER MAIS

Tsunami revela três novos servidores de torre
HARDWARE

Tsunami revela três novos servidores de torre

LER MAIS

Lenovo aposta na inteligência artificial
HARDWARE

Lenovo aposta na inteligência artificial

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 39 julho 2017

IT CHANNEL Nº 39 julho 2017

VER EDIÇÕES ANTERIORES