Arrow – Advertorial em 2017-8-08

A FUNDO

Cloud: Para onde caminhamos?

O mercado de cloud cresce seis vezes mais depressa do que o mercado global de IT

Vivemos em plena era digital: 50% da população mundial - e este numero continua a crescer- já tem acesso à internet. Ou seja, cerca de três mil milhões de pessoas, que são, na sua quase totalidade, utilizadores ativos de redes sociais. A dependência da informação em tempo real tem sido o maior impulsionador do sucesso dos smartphones, por exemplo. E assim o é com a cloud. Esta geração e partilha massiva de informação levanta exigências, do ponto de vista do processamento e do armazenamento.

A cloud ganhou espaço e hoje tem um lugar de destaque entre utilizadores e empresas. Para estas, a cloud é sinónimo de agilidade, principalmente entre as PME. Este fenómeno pode ser explicado pela própria cultura empresarial dos negócios de menor dimensão, para os quais a questão da implementação de uma estrutura de IT tradicional já não se coloca. No entanto, também as médias e grandes empresas estão a demonstrar a intenção de evoluir para a cloud, num claro investimento em infraestrutura.

A transformação digital está a conduzir a um novo paradigma empresarial, e nenhuma organização pode dar-se ao luxo de ficar para trás. A IDC corrobora esta tendência de crescimento do mercado de cloud e prevê que em 2018 este atinja um total de receitas na ordem dos 127,5 mil milhões de dólares à escala global, o que reflete um crescimento composto anual de 22,8% entre o período de 2012 e 2018.

A cloud é uma realidade e os ambientes híbridos e de multicloud, que têm vindo a ganhar força entre as organizações. Apesar da escalabilidade da cloud pública, a privada continua a fazer sentido, sobretudo do ponto de vista da infraestrutura. As empresas estão abertas à cloud privada, principalmente devido ao facto de terem a necessidade de controlo sobre a sua rede interna e infraestrutura.

A era dos Cloud Service Providers

Para o Canal, a cloud é sinónimo de um vasto conjunto de oportunidades, mas também de desafios. O outsourcing é atualmente uma estratégia-chave para responder aos desafios emergentes da implementação de infraestruturas cloud e é nesse contexto que estão a surgir os cloud service providers, capazes de aportar valor acrescentado à cloud através dos serviços.

O Canal está a evoluir e a acompanhar o novo paradigma dos negócios, e com a cloud os Parceiros têm a oportunidade de se adaptarem às necessidades dos clientes, em tempo real. Embora os Parceiros por vezes encarem a cloud como uma ameaça, a verdade é que o seu papel continua a ser fundamental, já que a cloud tem um leque de exigências de gestão inerentes.

Investimento em Parcerias estratégicas

As competências em cloud são fundamentais para o sucesso dos Parceiros. Nesse sentido, o Canal tem de assumir um papel de facilitador, com a capacidade de endereçar corretamente as necessidades dos clientes e comunicar de forma mais eficaz. Para tal, a criação de Parcerias estratégicas é a solução ideal. Em linha com a sua estratégia orientada à cloud, a Arrow desenvolveu uma plataforma onde agrega as ofertas dos seus Parceiros, a ArrowSphere, com vista a apoiar os Parceiros a desenvolver e/ou comercializar as melhores ofertas de cloud.
 

Principais tendências

Segundo a IDC, estas são algumas das principais tendências da cloud:

  • Em 2018, mais de 85% das organizações vão comprometer-se com arquiteturas multi-cloud;
     
  • Em 2020, 80% das empresas Fortune 500 serão suppliers de serviços digitais através de clouds industriais colaborativas;
     
  • Em 2018, 75% das equipas de developers irão incluir inteligência artificial baseada na cloud num ou mais aplicações e serviços;
     
  • Dentro de três anos, os cinco principais players de IaaS e PaaS terão perto de 75% de market share (versus 50% em 2016);
     
  • Em 2020, mais de 70% das receitas dos cloud service providers serão mediadas por Parceiros de Canal/brokers.

 


ArrowSphere: Levar a cloud ao encontro do Canal

A Arrow ECS tem uma nova unidade de negócio inteiramente dedicada à cloud, suportada pelo marketplace ArrowSphere, que ajuda os Parceiros a transformarem-se em trusted advisers e facilita a comercialização de soluções cloud.

Motivos não faltam para que os Parceiros comercializem serviços cloud: a ‘nuvem’ dá a oportunidade de fazer upsell, cria um fluxo de receitas anual e permite desenvolver propostas de valor acrescentado. O modelo híbrido é hoje uma realidade, já que a esmagadora maioria dos clientes pretendem ter a capacidade de transitar entre a cloud pública e uma solução cloud on-premises, ou seja, uma solução de cloud híbrida.

Mas, apesar todas as potencialidades da ‘nuvem’, a verdade é que os seus desafios são complexos, o que levou a Arrow a criar uma nova unidade de negócio de cloud, que procura fortalecer o relacionamento com os Parceiros de Canal e ajudá-los a transformarem- se em trusted advisers. Esta nova unidade de negócio pretende dar aos VAR, MSP e ISVs a oportunidade de ajudar os clientes finais a definir e implementar a melhor estratégia de cloud.

Marketplace inovador

A nova unidade, já cem por cento operacional, é suportada pela plataforma ArrowSphere e pela disponibilização de bundles de cloud híbrida e multi- -cloud. O ArrowSphere é um marketplace inovador que disponibiliza os programas dos fabricantes de subscrições Pay-As-You-Go/Grow, IaaS, PaaS e SaaS. Foi desenvolvido para simplificar a relação entre os cloud service providers, os cloud service resellers e os clientes finais. O ArrowSphere atua sobre todo o processo de cotação, aquisição, provisioning, gestão de múltiplas subscrições de um portfólio de fabricantes e billing centralizado. Através da ArrowSphere, os resellers podem vender e gerir os melhores serviços cloud num ambiente pronto a usar, profissional e seguro.

A unidade cloud está focada em todos os segmentos de mercado, integrando abordagens diferenciadas consoante a tipologia do Parceiro, seja este um integrador, um MSP ou ISV, e da respetiva maturidade do modelo cloud a adotar - seja evoluir o negócio on-premises para um modelo de subscrição mensal em cloud; adicionar managed services à proposta de valor cloud; maximizar e otimizar negócio cloud e aumentar a presença na base de clientes; ou construir uma prática de cloud.

Criar ou revender

O ArrowSphere dá aos Parceiros a oportunidade de construir serviços cloud próprios ou, simplesmente, revender serviços cloud – é possível desenvolver serviços cloud com recurso a software de algumas das principais empresas tecnológicas do mercado ou revender serviços cloud empresariais com recurso a ofertas SaaS ou de hosted services, em área como a segurança, o backup cloud, comunicações unificadas ou VDI, só para enumerar algumas. O ArrowSphere também permite encontrar o método indicado para entregar serviços cloud, através de um cálculo dos custos envolvidos.

Porquê o ArrowSphere?

Eis os principais benefícios para os Parceiros: Tornar-se parte de um ecossistema cloud O portfólio da Arrow dispõe dos melhores serviços cloud do mercado e permite que o Parceiros ofereça de forma rápida e eficiente soluções cloud que vão ao encontro das necessidades de negócio, sem ser necessário investir tempo e dinheiro na criação de uma plataforma própria.

Acelerar o time to market com o menor investimento possível

Permite que o Parceiro construa um catálogo customizado de serviços cloud prontos a utilizar, completando o seu portfólio com novas ofertas. Dá ainda a oportunidade de fazer cross-sell e de desenvolver novos mercados.

Transformar o modelo de negócio e aumentar as receitas recorrentes

O mecanismo de gestão da subscrição do ArrowSphere permite administrar processos de renovação, mudanças de preço e promoções. Faturação, métricas, gestão de serviços, branding, contratos e SLAs – todos estes aspetos podem ser facilmente geridos pela plataforma.

Adquirir novos clientes

O portfólio de serviços cloud do ArrowSphere permite- lhe atrair novos clientes – pode complementar a sua oferta ou adicionar novos serviços, que podem adaptar-se facilmente às necessidades do negócio, em tempo real, à medida que estas mudam.

Como comercializar?

Os Parceiros podem usufruir do ArrowSphere de dois modos: 

  • Resell console: através de um único access point, o Parceiro pode gerir as subscrições de cloud do cliente final por ele;
     
  • Aquisição tradicional: o Parceiro pode comercializar junto do cliente final da forma tradicional, sem ter necessidade de alterar o seu processo de compra.

 

 

 

Advertorial

Artigo da autoria de Arrow ECS

 

Recomendado pelos leitores

Software empresarial – No caminho da flexibilidade
A FUNDO

Software empresarial – No caminho da flexibilidade

LER MAIS

Tirar o máximo partido das vendas com o IBM Incentive Compensation Management
A FUNDO

Tirar o máximo partido das vendas com o IBM Incentive Compensation Management

LER MAIS

IT CHANNEL Nº43 Dezembro de 2017

IT CHANNEL Nº43 Dezembro de 2017

VER EDIÇÕES ANTERIORES